Retrospectiva 2017 – Top 50

Cheguei tarde? Não? Então segue uma Retrospectiva 2017 com os 50 discos que mais ouvi em 2017.

Lembra aquela lista maravilhosa que o Spotify carinhosamente disponibilizou para todos os usuários? Pois é, na época pipocou o de todo mundo no meu feed, pessoas alegres e sorridentes com todas as músicas mais tocadas. Achei o máximo, ouvi a minha lista até a exaustão… Só ficou faltando falar qual foi, né?? Se eu dependesse de “noticia a todo momento”, morreria de fome.

2017 foi um ano marcante, por uma série de fatores; dentre eles, uma vontade de enriquecer mais meu repertório com artistas antes ignorados. A verdade é que não sou muito do tipo “Não ouvi e não gostei”. Quero ter um conhecimento mais amplo, com a cronologia do Jazz, por exemplo: de onde vem e onde se situa o Ragtime, Swing, Orquestras e Bebop; onde cada grande nome se encaixa, e porquê. Enfim… Não é matéria de prova, mas quero ter a fluência em Jazz que tenho em Metal.  Deu pra entender? Não? Não se preocupe, tem texto já sendo preparado sobre isso, que vai ser um processo provavelmente beeeem longo.

Retrospectiva 2017, total de músicas ouvidas em 2017 segundo o spotify

Mas e a Retrospectiva 2017? Bem, o Top 50 pequei pela minha antiga conta do Last.fm, que nunca parei de usar desde 2006. Inclusive meu sonho de consumo é que o Spotfy tivesse separação por períodos, artistas e gêneros. Não ia mudar nada na minha vida, mas que ia ser legal pra cacete, ia!

Bom, conclusões que tirei com tudo isso.

  1. Barry White cantou muito durante as manhãs e cafés. Ano passado tinha sido a vez do Lou Rawls;
  2. Os discos que mais ouvi foram os que precisei ouvir muito pra conseguir escrever um recomendação. Alguns ainda estão no rascunho;
  3. Conheci Steve Wilson e não conseguia parar de ouvir. Segundo o Spotify, Home Invasion / Regret #9 foi a mais ouvida do ano;
  4. Achei que teria mais Jazz;
  5. Coma Ecliptic, ouvi pouco quando lançou, mas depois veio pra ficar;
  6. Blues, surpresa nenhuma;
Agora vai!

 

Comente

%d bloggers like this: